domingo, 28 de março de 2010

Que saudade do Galvão!


Eu nunca imaginei que um dia iria dizer a frase do título deste post. Como a maioria dos brasileiros, não tenho muita paciência com o Galvão Bueno. Mas a transmissão de Fórmula 1 aqui da Alemanha é uma coisa de outro mundo. Um mundo em que a gente sonha poder ouvir o famoso "Bem amigos da rede Globo..."

Pra começar, tem a tietagem dos repórteres e comentaristas. Se os do Brasil (mais precisamente os da Globo, mesmo) gostam de se gabar de que são íntimos dos esportistas famosos e que tem uma espécie de acesso VIP a eles, os daqui tietam na maior cara-de-pau. E, com seis pilotos alemães na temporada atual de F1, eles são capazes de passar mais de meia hora falando e entrevistando (antes da corrida) só os representantes nacionais no esporte. Na primeira corrida deste ano, eu fiquei assistindo enquanto um repórter vestido com um paletó ultra-colorido (!) pulava de carro em carro, já no grid de largada, entrevistando (ou tentando) os pilotos alemães. De um por um. Tive vários momentos "vergonha alheia", já que o pobre repórter invariavelmente ficava no vácuo, porque obviamente os corredores já estavam concentrados para a corrida.

Depois, teve o fato de o Schumacher estar de volta à Fórmula 1. Gente, quanta puxação de saco! A cada 2 minutos eles davam um jeito de colocar o nome do Schumi na conversa. Parecia o Mr. Collins de Orgulho e Preconceito, que a toda e qualquer hora quer mencionar sua venerada Lady Catherine DeBourgh:

Estamos transmitindo o GP do Bahrein. Aqui vemos o campeão do ano passado, Jenson Button, mas sabem quem está aqui hoje? Michael Schumacher! Ele volta hoje à Fórmula 1. Ah, ali está o Felipe Massa. E o Fernando Alonso, bicampeão da Fórmula 1. Os dois correm pela Ferrari. Sabem quem corria pela Ferrari e foi campeão 7 vezes? Michael Schumacher!! E ali está a mãe do Lewis Hamilton. Dizem que ela faz bolinhos deliciosos. E sabem quem adora bolinhos? Ele mesmo, Michael Schumacher!!!!!!

E uma outra coisa que me deixou pasma. Estávamos assistindo à corrida e, do nada, entra um comercial! Não um comercial daqueles em que um narrador lê uma vinhetinha e aparece uma animação rápida na tela, por cima da imagem da corrida. Não, foi uma propaganda completa e vitaminada, que durou nada mais, nada menos do que 7 minutos! Eu contei! Eu não podia acreditar no que estava vendo. Num esporte como a Fórmula 1 - aliás, em qualquer esporte - , em que as coisas podem mudar muito rápido, é um crime fazer uma propaganda dessas, por menor que seja. Eu só sei que, quando voltou, tínhamos perdido umas cinco voltas e a posição dos pilotos na corrida já estava completamente diferente. Não satisfeitos, claro, essas megapropagandas se repetiram outras duas vezes durante a transmissão.

E a narração durante a corrida? O bicho está pegando lá na frente, com três pilotos disputando posições, e a TV alemã fica mostrando a rodadinha que o Schumacher deu lá atrás, no décimo lugar. Não só mostrando, como repetindo de três ângulos diferentes. Eles também lamentam o tempo todo sobre cada alemão que teve que abandonar a corrida. O engraçado é o tom de voz. Eles dizem algo como "Ah, mas que pena que o Vettel teve que sair!" Quase posso ouvi-los dizendo "Eu estava torcendo tanto por ele! Ah, nem! Que raiva, sô!"

Tá bom, eu sei. Eu já tô começando a implicar. Transmissão brasileira também é super tiete com os brazucas. Mas é que eu fiquei brava mesmo foi com a propaganda de 7 minutos. No dia seguinte perguntei à professora se era assim também na Copa do Mundo, e ela disse que no máximo eram comerciais de 30 segundos. Ufa!

Só em uma coisa eles me ganharam. Quando apareceu o Bruno Senna, eles comentaram o fato dele ser sobrinho do Ayrton Senna, e falaram um tantinho de nada sobre o nosso querido e saudoso piloto. O fato dos comentaristas conhecerem e falarem sobre o Senna devolveu um pouquinho do meu respeito por eles. Mas só um pouquinho. Até o próximo intervalo de 7 minutos. ¬¬

15 comentários:

Morpheu disse...

Amorzinho voce escreve taoooo bem!
E Eu morri de rir com os seus comentarios... "sabe quem gosta de bolinhas tambem?" hehehe

=**

neoqeav



"puped"

Anne disse...

Eu sabia que o primeiro comentário aqui seria do seu tiete favorito!!!
e só comentei para falar isso!!! :p

biliess

Nádia disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh vou mandar o Galvão pra vc!! hahahahaha
Pode ficar com ele todinho aí...manda esse texto pra ele q ele vai se achar!! hahahhaa

Mas é triste mesmo, vai ver o Galvão é melhor pra quem ta fora do país...ahaahaha

Ótimo texto!
Bjaooooooooooooooo

exion

Natália disse...

Pra mim, ter paciência pra assistir corridas de fórmula 1 é que é prova de que no domingo ninguém tem nada o que fazer =P


"dingi"

Davi Alves disse...

eu até gosto de formula-1 mas sentir falta do galvão, é muita carência e saudade do brasil rs, comercial de 7 minutoss um curiosidade estes comerciais são do que? responde no paravel =D, adorei a materia, ri bastante.

vou deixar o meu peixe aqui

www.contemporaneoeindiscreto.blogspot.com

Paulo Martins de Oliveira Belo (Sorokbano) disse...

Faz tempo que não assisto Fórmula Um, até porque a maioria das corridas é transmitida no horário em que estou na igreja. Mas já cheguei a acompanhar algumas corridas decisivas, como aquela realizada em Interlagos em 2008, quando Felipe Massa ganhou a corrida mas perdeu o título por muito pouco.
Apareça lá no Dotgospel quando puder. Muitos usuários antigos estão voltando. Alguns ainda ficam bravos comigo por causa de algumas manifestações minhas, mas fica tudo em família, pois somos todos filhos do mesmo Deus e é difícil não haver alguns desentendimentos de vez em quando. O que importa é que, mesmo em meio às divergências, o amor de Deus esteja sempre presente entre nós.
Já ouviu falar do blog do Web Evangelista (Wágner Lemos)? Ele tem publicado alguns artigos de minha autoria. Apareça por lá quando puder: http://www.webevangelista.blogspot.com .
Que Deus a abençoe juntamente com seu marido (também me casei, minha esposa é um presente do Senhor!) e até de repente, se Deus quiser.

Carolina disse...

Vc não é a primeira brasileira no exterior que me fala isso. É triste, né? Ficamos condicionados a ele =/

Debby disse...

Amiga o comercial de 7 minutos era na verdade uma mensagem subliminar: Sinta saudades do Galvão!Sinta saudades do Galvão!Sinta saudades do Galvão! Tipo aquela propaganda do Batom, kkk!
Desculpa, não resisti!
0:}
Mas na boa, não tenho paciência pra ver corrida não! :S

Bjoks

stillysa

LoreLoves¨theLord disse...

huauaha vc deixa a situação tão engraçada, e me deixou irritada tb! Isso é q é se expressar bem, hein(z)! Até passou o sentimento. Agora, FICA COM O GALVÃO meeesmo! Galvão fala até da meia q a pessoa tá usando, o tamanho e se usou amaciante, num guento não.

Nathi disse...

Caramba, a Alemanha tem motivos de sobra pra contratar o Galvão...o Brasil odeia ele e vcs têm uma certa carência!

kahkahkahkahakh...

Faça a proposta!

rápido!

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

Uma alegria conhecer seu blog. O Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti!

Medite no Sl 36.8,9

Uma pérola de C.S. Lewis: Deus nunca se faz de filósofo diante de uma lavadeira

Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

e veja o texto: Paulo, um pregador extraordinário

P.s>>> Caso vc se identifique com o blog, torne uma seguidora. Será uma honra!

Grato

Lastannë disse...

O Tolkien Fun (mas nem tanto) deixou um selo para você.
http://www.tolkienfun.com/2010/06/fomos-selados.html

Lastannë disse...

O Tolkien Fun tem um selo esperando por você!
http://www.tolkienfun.com/2010/06/mais-uma-vez-fomos-selados.html

Caetano disse...

"Estamos transmitindo o GP do Bahrein. Aqui vemos o campeão do ano passado, Jenson Button, mas sabem quem está aqui hoje? Michael Schumacher! Ele volta hoje à Fórmula 1. Ah, ali está o Felipe Massa. E o Fernando Alonso, bicampeão da Fórmula 1. Os dois correm pela Ferrari. Sabem quem corria pela Ferrari e foi campeão 7 vezes? Michael Schumacher!! E ali está a mãe do Lewis Hamilton. Dizem que ela faz bolinhos deliciosos. E sabem quem adora bolinhos? Ele mesmo, Michael Schumacher!!!!!!"


eu ri!
xD

e olha que ele nem tá correndo muito.
mas, enfim, é Xumáquer!
/shrug

Ari Oliveira disse...

Oi Junia! Muito bom seu blog, Deus te abencoe! Estive na Russia por 3 anos, e sei o que é sentir falta até de Galvão Bueno na TV! hehehe O que fazes na Alemanha? Saudações em Cristo. Arizinho.