terça-feira, 28 de julho de 2009

Festa! Rastatt 925 anos

Assim que cheguei na Alemanha, há cerca de um mês, eu estava meio tristinha. Saudade da família, dos amigos, do Brasil. Tristeza por não entender patavinas do que se diz por aqui. E também o choque de chegar da lua-de-mel em Paris (um dia escrevo sobre isso), um lugar chique, animado, alegre e (parcialmente) ensolarado, e encontrar uma Alemanha introvertida e cinzenta.

Bem, isso passou e os dias começaram a ficar bem melhores. Mas eu fiquei feliz mesmo quando soube que no final de julho haveria a festa de aniversário de Rastatt, a cidade onde moro.



Uma das coisas que me deixam um pouco deprê às vezes por aqui é o fato de quase nada funcionar aos domingos, exceto um ou outro restaurante ou padaria, e mesmo assim só até bem cedo, tipo 17h. Para quem estava acostumada a viver numa cidade dez vezes maior do que esta, onde supermercado e shopping funcionam aos domingos, padaria então nem se fala, até as 23h... foi um choque e continua sendo. Andar pela cidade aos domingos é o mesmo que passear numa cidade fantasma. Eu gosto de ver gente na rua!!!

Mas vamos ao que interessa: a festa! Rastatt, uma jovem senhora, fez 925 anos, e foram três dias de comemoração por aqui. A festa aconteceu no centro da cidade, perto da nossa casa - aliás, estou descobrindo as alegrias de algo inédito: morar perto do centro da cidade. Porque eu sempre morei na "roça" em todo lugar onde vivi.

Não pudemos ir na sexta-feira, que foi o primeiro dia de festas, mas comparecemos no segundo e no terceiro. No sábado recebemos a visita dos pais, irmãos e cunhada do meu marido, além de outros brasileiros que conhecemos aqui. Almoçamos na praça (aliás, 80% da festa se resumia a comer e beber!), depois passeamos pela feira medieval que foi montada. Vi um pessoal praticando arco-e-flecha, mas fiquei meio sem jeito de tentar. Primeiro porque tinha plateia demais pro meu gosto, e segundo - e esse foi o motivo principal - porque eu não ia entender nada do que a instrutora ia dizer, o que poderia irritá-la. E nunca se deve irritar alguém que sabe manejar um arco e um punhado de flechas, principalmente quando esses estão ao alcance!



No sábado vimos também uma encenação de lutas de cavaleiros. Eu pensei que encenariam uma justa de verdade, mas foi mais uma espécie de embromation, o que não deixou de ser legal. Os cavalos eram lindos, e o apresentador fez a plateia rir, o que me leva a pensar que ele era engraçado. No final da tarde a família do David passou na nossa casa, tomou café e depois foi embora. Eu e meu marido então demos um tempo em casa e depois fomos para o after dark: showzinhos intimistas em três palcos espalhados pela festa, e depois queima de fogos - ao som de música clássica - às 23h. Depois dos fogos, sentamos numa mesinha e escutamos uma banda alemã tocar, entre vários hits nacionais, Hotel California e Hey Jude - que serviu para empolgar a plateia com o refrão!


No dia seguinte, chegamos e estava tendo um desfile. Muitas pessoas vestidas com roupas de época, representando vários momentos da história da cidade, assim como povos e grupos que fazem parte dela.


E, depois do almoço, fomos mais uma vez para a margem do rio Murg assistir os Cavaleiros do Rio Neckar, o grupo que eu mencionei. Dessa vez vimos do início ao fim, e num lugar mais tranquilo, na sombra.


Ao lado de onde eles se apresentaram, havia umas tendas representando um acampamento medieval. O mais legal é que eles realmente passaram a noite lá, porque nós vimos fogueiras nesse local quando voltávamos para casa na noite anterior. Me pergunto se eles fazem isso sempre como estilo de vida, se passaram a noite lá para "entrar no clima" ou se foi só porque era mais fácil, mesmo.

Resumo da ópera: gostei muito da festa. É muito bom ver a cidade movimentada e animada daquele jeito. Agora ficarei aguardando ansiosamente outras festas, e já soubemos por uma pessoa do nosso prédio que tem mais duas vindo por aí: uma em agosto (que não entendemos bem do que se trata) e uma outra que tem a ver com pesca. Segundo essa pessoa, esse aniversário de Rastatt foi até fraquinho. Hum... que venham então as festividades!

15 comentários:

Debby disse...

Oi bonita!
Iuhú,vc se rendeu ao universo dos blogs \o/

Depois volto aqui pra comentar direitinho as suas postagens! Te adicionei aos favoritos do meu blog,tá?
Küssen

Mario disse...

Legal Junia.
Estes momentos ficaram registrados para a historia de voces e nossa.

Rafaela disse...

Que digno! :}
Oi Junia, aqui é a Rafaela, da FOF.

Sixkisses :*

Liviavaz disse...

Estou aguardando as suas impressoes das próximas festas.


Küssen (nao sei o que é, mas deve ser bom, pq a Debby quem disse!) Se for um xingatório, sorry!

Wania disse...

kkk tou rindo com a Livinha, Livinha Küssen é "beijos".
Junia amei aquela foto do inicio onde voce colocou o nome do blog, voce tem que me ensinar fazer isso.
QUe bom que voce nao está mais tao tristinha minha norinha, nao quero ver vc triste, sei que a saudade da familia é grande, principalmente de uma familia tao linda como a familia Vaz, pela qual me apaixonei, a familia Braganca, quer entrar de tal forma no seu coracao que amenize as saudades, sei que é dificil,porem nós queremos ver voce muito feliz tanto quanto a familia Vaz, da qual já me infriltei e recebi o titulo de membro honoraria rss.Sei que vamos erra, pisar na bola algumas vezes,pra isso tem remedio é só vc perdoar-nos. Que David, Rastatt,a Alemanha, nós os Bragancas e principalmente DEus te faca muito feliz. Bjos

Ju Francine disse...

Junia :)

A vida na Europa parece um pouco melancólica mesmo mas, em compensação, existem muitas coisas legais e inexploradas.
Eu com toda certeza visitaria um museu :D
Boa sorte na sua nova vida! :)

Glória disse...

Foi... fraquinho??

Imagina só: vai ser ainda mais bonito?? Quero fotos! hehe

Gostei bastantão do post. Quem sabe escrever, sabe.

Anne disse...

Quando a gente ficava enjoado de ficar à toa na Noruega a gente pegava o carro e ia dar um passeio pelos campos e estradas da vida, ou ia ao IKEA! Cidade pequena é assim mesmo, aproveitem bem o verão!

Debby disse...

Voltando aqui!
Amiga, desejo que a sua adaptação se dê no seu ritmo. Mas eu creio que tu vai tirar de letra em relação a saudade do Brasil, pois és uma mocinha altamente viajada. A Alemanha tem muita coisa a ser explorada por vc e seu príncipe!
Já te disse que gosto do jeito como descreve as coisas, né? Vá fundo no blog! ^^
Ps.: tô rindo muito aqui do que a Livinha escreveu sobre o küssen, a segunda palavrinha alemã que aprendi com e a Mimi, pois a outra que sei é frau :B

Muitos küssen s pra vc!

>.<

Kelzi disse...

ahhh. saudade...
espero q/ de tudo certo ai p/ vcs!
espero novos posts!
bjão

Mariane disse...

Oi Ju!
Amei o seu blog, o nome, as histórias... estarei participando sempre q possível para conhecer um pouquinhos de onde vc vive e saber como vc está.
Eu pensava que para pessoas independentes como vc, seria muito mais facil estar longe de casa de da família, mas não é...
Eu entendo, um pouquinho do q vc está sentindo... não precisa mudar de país para encontrar tantas diferenças, eu aqui em São Paulo não acostumo com esses dias frios e cinzentos.
Mas vc tá na Europa,né... tem muitas coisas novas e diferentes para explorar, faça isso por nós e conte-nos no blog..
Bjao

Nadima Chalup disse...

Muuuito legal seu blog, vou seguir, ate animei a reativar o meu, hehehe, bjos..
P.S. Sou la da FOF

Mima disse...

Juuu, nao se preocupa, vc tá aqui há pouco tempo. Você ainda vai se apaixonar pela Alemanha ^^ o que vc viu até agora nao é nada!
Amei o blog--nossa familia é blogueira, né??? :D Beijao!

Nádia disse...

Junhaaaaa!!
Não conhecia esse seu lado festeira!! hehehehe
Há 15 anos convivo com vc (oO) e não sabia dessa sua veia baladeira!
Mas entõ, a Ane disse uma verdade, aproveite bastante o verão, pq se no verão o povo já não sai muito, imagine no inverno...mas não se preocupe, no inverno eu te faço uma visitinha e alegro os seus dias!! :P

Bjaooooooooo cheio de saudadeS!

LoreLoves¨theLord disse...

O que? Você também adorou ler este blog? Eu nem cheguei a pensar q era a única! Juninha é tão delicada e engraçada. Mto obrigada por compartilhar seus dias, são preciosos! +--abraço-brasileiro--+